11 Voluntários do GAS África da Católica no Porto integram missão

Dia 6 de julho celebrou-se na capela do campus Foz da Católica no Porto, presidida pelo capelão, Pd. Zé Pedro Azevedo, a Missa de Envio dos voluntários do GAS África, que no final de julho partem para a Ilha do Sal e para o Lubango. Foi um momento de parar e olhar para o caminho que percorreram juntos durante o ano em formação. Levam na bagagem os quatro pilares que sustentam o GAS África: simplicidade, oração, serviço e espírito de comunidade, mas também levam carinho, empenho, dedicação a atenção ao outro.

No Lubango, os voluntários vão participar ativamente na formação a adolescentes e adultos nas áreas de empreendedorismo, alfabetização, saúde e higiene, gestão de recursos, liderança e voluntariado. As formações serão dadas em diferentes comunidades da província de Huila. Já na Ilha do Sal, as atividades integram a formação a crianças, adolescentes, adultos e idosos em Higiene, Ambiente, Sexualidade, Direitos Humanos, Relações Interpessoais e Interação grupal. As formações serão dadas em centros comunitários, centros de dia e na prisão.

Esta experiência, há semelhança de anos anteriores, vai ser única e passará a fazer parte integrante da vida de cada um e daqueles com quem se vão cruzar. Os 11 voluntários do Gás África da Católica no Porto, selecionados de um grupo de 30 que participou na formação durante o ano académico, são de diferentes áreas de conhecimento e de várias Universidades da Academia do Porto.

O GAS `África nasceu em 1989 e é o Grupo de Ação Social em África do Centro Regional do Porto, integrado na UDIP (Unidade para o Desenvolvimento Integral da Pessoa).

Julho de 2018